An Education Blog

word direction logo

Relação filogenética e no perfil de expressão de silico de PELPK1 de Arabidopsis thaliana (L.) Heynh *- (Portuguese)

Abdur Rashid, Michael Deyholos

Department of Biological Sciences, University of Alberta, Edmonton, Alberta, TG6 2E9, Canada

Current address: 401C Plant Science Bldg., University of Kentucky, Lexington, KY 40546, USA

Current address: IK Barber School of Arts & Sciences, The University of British Columbia, Okanagan Campus, SCI 316, 1177 Research Road, Kelowna, Canada

Key words: Arabidopsis thaliana (L.) (Heynh.), PELPK, phylogeny, bioinformatics, expression, inducibility, in silico.

Resumo
a_thalianaCom base em bioinformática e análises computacionais, a Arabidopsis thaliana, gene (L.) (Heynh.), At5g09530 mais cedo foi anotada como PELPK1 e sua paralog putativo, At5g09520 como PELPK2. No presente relatório, ainda mais em silico análises foram realizadas para determinar a relação filogenética de PELPK1 com o proteomes da. thaliana (L.) (Heynh.) e outras espécies de angiospermas; e o padrão de expressão e inducibility de PELPK1 em plantas de Arabidopsis. Os dados sugerem que a PELPK1 e PELPK2 estão intimamente relacionados e formam um subgrupo da glicoproteína rica de hidroxiprolina (HRGP)-família de proteínas; PELPK e motivos semelhantes são conservados para grandes distâncias evolutivas envolvendo botânica e dicot; PELPK1 é altamente sensível a determinados factores bióticos e elicitores, moderadamente sensíveis a factores abióticos, não respondem aos hormônios de crescimento comuns e é negativamente sensível ao fitoesteróis natural; e que é predominantemente expressa nas fases precoce e tardia de crescimento de Arabidopsis. O acima em silico dados corresponde parcialmente com nossas observações experimentais relatadas anteriormente.

Source/In English: http://www.innspub.net/wp-content/uploads/2015/01/IJB-V6No2-p93-99.pdf

Leave a Reply